Univesp firma convênio com 32 municípios que implantaram polos em 2019

Univesp firma convênio com 32 municípios que implantaram polos em 2019

Divulgação/Univesp

 Universidade passa a contar com 373 polos, presentes em 316 municípios, mais de 48% do território do Estado de São Paulo
Universidade passa a contar com 373 polos, presentes em 316 municípios, mais de 48% do território do Estado de São Paulo

Na última segunda-feira, dia 4m a Universidade Virtual do Estado de São Paulo (Univesp) realizou a cerimônia de assinatura de convênios com 32 administrações municipais - dentre elas Valinhos - que implantaram polos da instituição em 2019. Com as novas adesões, a universidade passa a ter 373 unidades presenciais, em 316 municípios do Estado, mais de 48% do território do Estado.

O evento foi realizado no Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), local que abriga a sede da Univesp, na capital paulista. A mesa da solenidade foi composta pelo presidente da universidade, professor Rodolfo Azevedo, acompanhado da diretora acadêmica, Simone Telles, da secretária de Estado de Desenvolvimento Econômico, Patricia Ellen, do prefeito de Ribeirão Preto, Duarte Nogueira, representando as demais prefeituras, e da diretora administrativa e financeira do IPT, Flávia Gutierres.

Do total das cidades, 29 não possuíam polos da Univesp e implantaram por meio de chamamento público, aberto em junho. São elas: Alvilândia, Barrinha, Bauru, Dumont, Guará, Herculândia, Itaju, Itaporanga, Itararé, Itatiba, Macatuba, Monte Azul Paulista, Motuca, Orlândia, Paulistânia, Paulo de Faria, Pradópolis, Rancharia, Reginópolis, Ribeirão Preto, Sandovalina, Santa Cruz da Esperança, Santo Anastácio, São José do Barreiro, São Pedro do Turvo, Sud Mennucci, Taquarivaí, Tarabai e Valinhos.

Os municípios de Pedro de Toledo e de Queluz já possuíam unidades presenciais, mas aderiram ao novo modelo de convênio, que conta com estrutura de polo mais flexível. A capital, que já tinha 33 polos, implantou mais 14, em parceria com a Rede UniCEU.

Referência

Em discurso, a secretária Patricia Ellen destacou que todos os municípios interessados em implantar unidades de ensino da Univesp terão o apoio do Estado. “Que esses polos sejam referência de gestão e que todos os ingressantes saiam da universidade com o diploma na mão. Entreguem muitos diplomas nos próximos anos”, enfatizou.

Segundo o presidente da Univesp, Rodolfo Azevedo, todas as novas unidades foram vistoriadas e ofertam vagas no vestibular de 2020. “As parcerias com as prefeituras são fundamentais para oferecermos graduação superior de qualidade a distância em todas as regiões do Estado”, afirma.

“Com conteúdo pedagógico exclusivamente a distância, os polos tornam-se espaços físicos onde os alunos recebem infraestrutura com computadores, impressoras, acesso à internet e realizam atividades como provas e discussões em grupo. Nos locais, os estudantes também podem solicitar serviços de secretaria acadêmica e contar com apoio de profissionais da prefeitura municipal”, completa o professor.

Para o prefeito de Ribeirão Preto, Duarte Nogueira, a implantação dos novos polos elevará o desenvolvimento econômico e social de todo o Estado. “Estamos tendo a oportunidade de oferecer educação a distância de altíssima qualidade. Em Ribeirão Preto, ofertamos 200 vagas para o próximo vestibular. Tenho certeza de que, em breve, já sentiremos os impactos positivos dessa ação”, salienta.

Vestibular

Para o Vestibular 2020, a Univesp oferece mais de 16 mil vagas, destinadas a mais de 300 cidades da capital, interior e litoral. Serão oferecidos seis cursos, com duas áreas básicas de ingresso, via vestibular.

As Licenciaturas em Letras, Matemática e Pedagogia e os voltados ao eixo de Computação: Bacharelado em Tecnologia da Informação (BTI), Bacharelado em Ciência de Dados e Engenharia de Computação. As inscrições terminam no dia 14 de novembro, às 15h, e devem ser feitas pela internet.

O início das aulas está previsto para fevereiro. Não há limite de idade e o custo da inscrição é de R$ 45. Para participar, basta ter concluído o Ensino Médio ou estar cursando, com a conclusão até o período da matrícula.

O exame será realizado em 1º de dezembro, às 13h, de forma presencial nas cidades que englobam diversas regiões do Estado. O gabarito oficial da prova será divulgado no dia 2 de dezembro, no site do vestibular.