Taxas futuras de juros se ajustam em baixa com Campos Neto no radar

Taxas futuras de juros se ajustam em baixa com Campos Neto no radar

São Paulo

Os juros futuros operam em leve baixa em toda a curva na manhã desta quarta-feira, 14, devolvendo um pouco da alta da véspera e em sintonia com o movimento do dólar. O movimento se dá ainda após o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, ter reforçado ontem que deve vir outra dose de aumento de 75 pontos-base da Selic na reunião de maio - a não ser que haja mudança drástica de cenário. Campos Neto fala de novo às 11 horas desta quarta.

Outra notícia no radar é a de que a PEC 'fura-teto" não deve seguir adiante da maneira como estava sendo pensada, incluindo R$ 18 bilhões em obras fora do teto de gastos.

Às 9h25, a taxa do contrato de depósito interfinanceiro (DI) para janeiro de 2027 estava em 8,99%, de 9,02% no ajuste anterior. O DI para janeiro de 2023 ia para 6,67%, de 6,72%, enquanto o para janeiro de 2022 operava em 4,76%, de 4,79% no ajuste de terça-feira.