Bolsas da Ásia fecham em alta, após empresas se comprometerem com lei antitruste

Bolsas da Ásia fecham em alta, após empresas se comprometerem com lei antitruste

São Paulo

As bolsas asiáticas fecharam majoritariamente em alta nesta quarta-feira, 14, impulsionadas por ações de tecnologia, após uma série de empresas chinesas de internet se comprometerem a cumprir leis antitruste.

Na China continental, o Xangai Composto subiu 0,60%, a 3.416,72 pontos, enquanto o menos abrangente Shenzhen Composto avançou 1,41%, a 2.218,48 pontos.

Em Hong Kong, o Hang Seng se valorizou 1,42%, a 28.900,83 pontos, e em Taiwan, o Taiex registrou modesto ganho de 0,24%, a 16.865,97 pontos.

O apetite por risco na Ásia ganhou força após doze empresas chinesas da área de internet prometerem respeitar as normas antitruste do país. A ação da Meituan, que integra esse grupo de empresas, saltou 3,62% hoje em Hong Kong.

Em outras partes do continente asiático, o sul-coreano Kospi subiu 0,42% em Seul, a 3.182,38 pontos, mas o japonês Nikkei foi exceção e caiu 0,44% em Tóquio, a 29.620,99 pontos, pressionado pelo fraco desempenho dos setores financeiro e de metais.

A predominância do tom positivo veio também após dois dos três principais índices acionários de Nova York subirem na terça-feira, com o S&P 500 renovando máxima histórica.

Na Oceania, a bolsa australiana ficou no azul, com ajuda de ações de mineração e tecnologia. O S&P/ASX 200 avançou 0,66% em Sydney, a 7.023,10 pontos, ficando acima da marca de 7 mil pontos pela primeira vez desde fevereiro de 2020. (Com informações da Dow Jones Newswires).