Conheça os benefícios nutricionais dos grãos

Conheça os benefícios nutricionais dos grãos

Da Redação

Da Redação

Os grãos fazem parte de nossa dieta há milhares de anos e a busca pela alimentação saudável aliada ao avanço das pesquisas resultaram na descoberta do alto valor nutricional desses alimentos. Ricos em fibras, vitaminas e minerais, eles contribuem para o bem estar de nosso corpo, ajudando no processo de emagrecimento e contribuindo para a prevenção de doenças crônicas. Veja abaixo alguns grãos e seus benefícios.

Procuradas pela reportagem da Folha de Valinhos, as nutricionistas Karoline e Renata Gobato falaram um pouco sobre seis tipos de grãos e os benefícios deles para as pessoas.

Chia: fonte de ômega 3, auxilia na redução do índice glicêmico dos alimentos, fonte natural de antioxidantes, contribui com a saciedade devido ao seu poder geleificante, auxilia no bom funcionamento intestinal.

Linhaça: Regula o intestino devido ao seu alto teor de fibras, fonte de ômega 3, além disso, estudos apontam que uma pequena ingestão no dia promove alterações hormonais contribuindo com a redução do risco de alguns tipos de câncer.

Quinoa: Fonte de proteínas de alto valor biológico. Apresenta um superior valor nutricional comparado a outros cereais. Fonte de vitaminas do complexo B, um pseudo-cereal que pode ser consumido por pessoas com doença celíaca, por não apresentar proteínas formadoras do glúten.

Amaranto: Alto teor de lisina, que é um aminoácido essencial e geralmente está deficiente em outros cereais. Rico em zinco, cálcio e ferro em comparação a outros cereais. Auxilia na redução do colesterol. É um cereal isento de glúten, podendo ser consumido por indivíduos celíacos.

Aveia: Elevador teor de fibras, fonte de beta-glucana, que contribui para a redução do colesterol sanguíneo, além de proporcionar a sensação de saciedade. Pode ser encontrada em diferentes formas como flocos, farelo e farinha.

Sorgo: Comumente utilizado em alimentação animal, porém está revelando seu potencial também na alimentação humana para produção de farinhas para fabricação de pães e biscoitos. É livre de glúten, podendo ser consumido por indivíduos celíacos. Estudos revelam seu potencial antioxidante proveniente dos compostos como taninos, ácidos fenólicos e antocianinas.

Os grãos podem ser utilizados na forma crua em saladas, sopas, acompanhando frutas, iogurtes, mingaus, vitaminas e sucos, como no caso da chia, linhaça, quinoa em flocos, amaranto.

A chia em especial, pode ser misturada com água até a formação de um gel que serve como substituto de ovos em receitas de bolos e pães.A quinoa pode sercozida em fogo baixo até secar a água e os grãos incharem e se encaixa como substituta do arroz. O amaranto, também pode ser consumido como substituto do arroz, deve-se utilizar três partes de água para cada parte do grão no cozimento.O sorgo pode ser consumido em grão ou em forma de farinha. Se for em grãos, cozinhar com o dobro de água até absorção. Se for em forma de farinha, utilizar como substituto de farinhas comuns ou fortificando tais farinhas.