Réplicas de bustos e monumentos são restituídos a locais de origem

Réplicas de bustos e monumentos são restituídos a locais de origem

Busto do Monsenhor Bruno Nardini foi recolocado na base localizada no Largo São Sebastião
Busto do Monsenhor Bruno Nardini foi recolocado na base localizada no Largo São Sebastião

A Prefeitura de Valinhos está restituindo aos locais de origem bustos de personalidades que fazem parte da história da cidade. A primeira restituição aconteceu domingo (20), Dia de São Sebastião. Aproveitando a presença do arcebispo dom João Inácio, que celebrou a missa solene do padroeiro, foi reinstalada a réplica do busto do Monsenhor Bruno Nardini, furtado em setembro de 2018, na base localizada no Largo São Sebastião.

Ao final da missa, com a presença do prefeito Orestes Previtale Junior, da vice-prefeita Laís Helena, e do ex-prefeito Luiz Bissoto, o arcebispo desceu as escadarias da Matriz, juntamente com padres que fizeram a celebração, para dar a bênção ao monumento. O busto foi colocado no largo em 1981, em homenagem ao Monsenhor Bruno. A estátua dirige o olhar à sua principal obra, a Matriz de São Sebastião.

Segundo o secretário de Cultura, Rodrigo de Paulo Ribeiro, o Big, o busto do Monsenhor foi o primeiro de uma série de monumentos que serão devolvidos à cidade depois de terem sido furtados, visando sobretudo a preservação da memória histórica de Valinhos.

“Os furtos de placas e monumentos de bronze abalaram a cidade, mas nos comprometemos e estamos agora recolocando as réplicas produzidas em concreto”, explicou o secretário. Segundo ele, o próximo a ser recolocado será o busto do presidente Getúlio Vargas, na base na praça que leva o seu nome, na esquina da Avenida Don Nery com a Rua Campos Salles, e, quando for inaugurada a nova piscina na Praça da Juventude, no Jardim Paraíso, o busto de Vice-Prefeito Amélio Borin será reinstalado  no local.

“A memória histórica retratada nas homenagens aos personagens que construíram a história de Valinhos precisa ser preservada e esse é o nosso papel”, disse.

O Monumento dos Imigrantes localizado na Praça José Ferraro, no centro da cidade, de acordo com o secretário, já está com praticamente pronto e deverá ser recolocado no local dentro das comemorações do aniversário de Valinhos.  As placas que marcam as inaugurações dos espaços públicos também serão reproduzidas e aço escovado e recolocadas nos seus devidos lugares.

Ainda de acordo com o Ribeiro, a Secretaria de Cultura pretende futuramente criar um centro de Memória com peças originais que foram removidas dos locais onde estavam instaladas para evitar que fossem furtadas.

ONDA DE FURTOS

No segundo semestre de 2018, Valinhos viveu uma onda de furtos e dilapidação de seu patrimônio histórico, quando sete placas, bustos e monumentos, todos feitos em bronze, metal que possui valor comercial e que atrai os criminosos, foram furtados.

Em função das ocorrências, a Prefeitura determinou à Secretaria de Segurança e Cidadania que todas as placas e bustos fossem retirados e substituídos por réplicas em material de menor valor. Os originais ficarão em um museu dedicado à memória da cidade.

Foram furtados o Monumento dos Imigrantes (Centro), busto do Monsenhor Bruno Nardini (Largo São Sebastião), placa de inauguração da reforma do túnel que liga o centro à Vila Santana (Centro),  placa de inauguração da ponte sobre o Ribeirão Pinheiros na Avenida dos Imigrantes (Centro), placa de inauguração da Praça Washington Luiz (Centro), busto de Amélio Borin (Praça da Juventude, Jardim Paraíso) e placa de inauguração da Rodovia Flávio de Carvalho (bairro Capuava).