Alunos da rede municipal de ensino se preparam para mais uma Olimpíada Astronomia

Alunos da rede municipal de ensino se preparam para mais uma Olimpíada Astronomia

A rede municipal de ensino de Valinhos, com coordenação da Secretaria de Educação, irá participar de mais uma edição da OBA (Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica). Esta será a 25ª edição da Olimpíada que já superou a marca dos 11 milhões de participantes e distribui anualmente cerca de 50 mil medalhas. A exemplo de 2021, os alunos do 1º ao 9º ano das escolas mantidas pela Prefeitura estão se preparando para superar a marca da edição anterior quando quase 50% do total de medalhistas da cidade de Valinhos, que incluíram escolas particulares, municipal e estadual, foram conquistadas por alunos da Rede Municipal de Educação.

Realizada anualmente pela Sociedade Astronômica Brasileira (SAB), em parceria com a Agência Espacial Brasileira (AEB), a OBA é realizada entre alunos de todos os anos do ensino fundamental e médio, em todo território nacional e no exterior, desde que por escolas de língua portuguesa. Neste ano de 2022, a Olimpíada será no dia 20 de maio e, devido à normalização da pandemia de Covid 19, a prova voltará a ser realizada somente na forma presencial, em cada escola participante, e em fase única. Os resultados dos alunos medalhistas serão divulgados em 30 de junho. Em paralelo, também é promovida a 16ª Mostra Brasileira de Foguetes (MOBFOG).

“Esperamos superar os feitos de 2021, quando dos 40 medalhistas de Valinhos, entre ouro, prata e bronze, 23 deles estudam em escolas municipais da cidade. Destes, 5 conquistaram ouro, 12 conseguiram a prata e 6 trouxeram o bronze; as demais foram para alunos da rede estadual ou particular. Esta edição contou com a participação de 900 mil estudantes no país. O resultado da edição anterior mostra que a dedicação dos alunos e a qualidade da educação municipal na cidade, foram motivos de destaque da participação na OBA e neste ano voltamos a incentivar os estudantes a competirem novamente”, comenta a prefeita Capitã Lucimara.

Segundo a secretária de Educação, Claudinéia Vendemiatti Serafim, o resultado geral de 2021 foi um retrato da qualidade educacional da rede municipal. “O número de participantes e de medalhas cada vez maior ajuda a estimular o envolvimento dos nossos alunos na OBA, mas o mais importante mesmo é que se sintam envolvidos com a temática, seus preceitos e sua importância para que entendam a necessidade de atuarem ativamente na competição. A ideia é aproximar essa ciência das escolas e seus alunos, entender melhor o universo em que vivemos”, diz a secretária.

De acordo com a coordenadora da área de Ciências da rede municipal de ensino de Valinhos, Fabíola Cordón, neste primeiro trimestre do ano letivo houve todo um trabalho junto aos alunos de todas as séries dos ensinos fundamental I e II para que se preparassem para a OBA.

“Optamos por ser Terra e Universo a unidade temática do 1° trimestre, assim já foi possível uma boa preparação dos alunos para a OBA que geralmente é em maio. Além de todo estes conteúdos, fazemos provas comentadas, simulados, pesquisas, apresentação de vídeos, entre outros. Tudo isso já é bem produtivo e capacitador, dando uma boa base aos nossos alunos para a competição”, diz Fabíola Cordón, coordenadora da área de Ciências na rede Municipal de Valinhos.