Aluno do AESC Objetivo é aprovado em 1º lugar na FUVEST e em 2º na Unicamp

Aluno do AESC Objetivo é aprovado em 1º lugar na FUVEST e em 2º na Unicamp

Bruno Amatti decidiu cursar Economia na Unicamp; ele também foi aprovado na FGV
Bruno Amatti decidiu cursar Economia na Unicamp; ele também foi aprovado na FGV

O valinhense Bruno Amatti, aluno do colégio AESC Objetivo desde o 4º ano do Ensino Fundamental I, foi o 1º colocado no vestibular para o curso de Economia da FUVEST e o segundo colocado na UNICAMP. Ele ainda foi aprovado, para o mesmo curso, no vestibular da FGV (Fundação Getúlio Vargas). Mesmo cursando a 3ª série do Ensino Médio durante a pandemia, quando as aulas aconteceram de maneira on-line na maior parte do ano letivo, Bruno conseguiu ótimos resultados e, depois de muito avaliar, optou por cursar a UNICAMP.

Ele conta que escolher entre as duas universidades não foi uma tarefa fácil. “Pensei muito antes de tomar essa decisão, mas, no fim, optei pela UNICAMP”, diz. “Escolhi a UNICAMP por conta da grade horária, da vivência universitária, dos professores excelentes que terei durante o curso, da sua excelência nacional e internacional em educação e, também, em virtude das inúmeras oportunidades extraclasse, como a empresa júnior, o grupo de mercado financeiro e as entidades estudantis”, explica.

Para Bruno, se preparar para o vestibular durante a pandemia foi um desafio a mais. “Além de toda a dificuldade e do volume de conteúdo, o psicológico passou a ser um fator decisivo para a manutenção da minha consistência e do meu foco nos estudos. Por conta do adiamento dos vestibulares para o início deste ano, eu sentia que as provas estavam cada vez mais distantes, e cada dia se tornava ainda mais cansativo. Além disso, as inseguranças em relação aos estudos e aos resultados eram muito grandes. Porém, mantendo o equilíbrio e vivendo um dia de cada vez, respeitando as minhas limitações, consegui atingir os meus objetivos”, comemora. Sua rotina de estudos era formada pelas aulas curriculares no período da manhã e por mais um período de estudo à tarde, em torno de uma hora a uma hora e meia, quando ele aproveitava para resolver exercícios de vestibular e revisar as matérias que tinha mais dificuldade.

O futuro economista conta que sem o apoio de toda a equipe do AESC, não teria atingido seus objetivos. “A escola, por proporcionar um aprendizado humano, muitas atividades de aprofundamento e uma excelente vivência durante todos os meus anos lá, foi fundamental para que eu tivesse a bagagem de conteúdos e, principalmente, a segurança para fazer o meu melhor no momento das provas”, diz. “O contato direto com os professores auxilia muito o processo de aprendizagem, pois abre espaço para o esclarecimento de várias dúvidas e nos traz uma imensa experiência de como é o ambiente universitário, quais as características de cada faculdade e de cada curso e como progredir nos estudos. Lá, pude me sentir verdadeiramente um aluno, não apenas um número em meio a tantos outros. Todo o suporte emocional e educacional dado pelo AESC Objetivo é sensacional”, completa.

Para quem está se preparando para os vestibulares, Bruno dá um conselho. “Confie em você e foque nos seus sonhos. Não procure nenhuma "fórmula mágica" para ser aprovado nos vestibulares, pois cada um tem o seu ritmo e a sua adaptação ao progresso dos estudos. O importante é manter a constância, trabalhar as dificuldades e ler toda a lista de leitura obrigatória. Mais do que os estudos, o vestibular é um enorme teste psicológico, portanto, não se sobrecarregue na sua rotina e busque sempre manter a sua saúde mental em dia. Trabalhe o seu nervosismo e o seu foco para o momento da prova, pois esse aspecto é ainda mais crucial do que simplesmente entender os conteúdos da escola”, aconselha o universitário.