Clayton abre série de entrevistas com candidatos

Clayton abre série de entrevistas com candidatos

Divulgação

Clayton foi vereador por 20 anos e busca seu segundo mandato como prefeito de Valinhos
Clayton foi vereador por 20 anos e busca seu segundo mandato como prefeito de Valinhos

Dentro de sua proposta de promover o debate e a pluralidade de ideias, a Folha de Valinhos inicia hoje, 20, a série de entrevistas com os candidatos a prefeito. O primeiro a ser entrevistado é o atual prefeito e candidato a reeleição, Clayton Machado (PSDB).
A ordem de publicação das entrevistas segue sorteio realizado no último dia 10, na presença dos assessores dos candidatos.
Clayton Machado tem 25 anos de vida pública, é o atual prefeito de Valinhos, foi vereador por cinco mandatos e também presidente da Câmara. Na entrevista, Clayton fala sobre sua larga experiência administrativa, e o mérito de ter colocado Valinhos na rota do desenvolvimento econômico. Segundo ele, a cidade foi considerada pela imprensa especializada como uma das melhores para investir do país, depois de décadas de estagnação. Ele cita ainda o salto de Valinhos no ranking Firjan de gestão fiscal, da posição 2.696,  em 2102, para 681 no ano passado .

Folha de Valinhos: Por que o senhor quer ser prefeito?
CLAYTON MACHADO: Ingressei na política, ainda como vereador, para melhorar a vida das pessoas. Valinhos é uma bela cidade, nasci e formei minha família aqui, quero o melhor para nosso povo. No 1º mandato, enfrentamos desafios, dívidas na Prefeitura, crise econômica nacional, crise hídrica e, no final de 2015, fortes tempestades. Mesmo assim, celebramos o início de uma nova fase, com a chegada de centenas de empresas. Nós conseguimos colocar Valinhos na rota do desenvolvimento econômico. Estamos conseguindo inaugurar obras. Com o terreno limpo e pronto para ser edificado, chegou o momento de colhermos os frutos da superação. A lei permite a reeleição justamente porque um mandato não é suficiente para concretizarmos todos os projetos. Sou candidato à reeleição para avançarmos e construirmos a Valinhos dos nossos sonhos.

Folha de Valinhos: O nome do vice escolhido atende às expectativas do projeto de um futuro governo?
 CLAYTON MACHADO: Trabalhei com o Lorival 12 anos na Câmara. Ele tem sua história ligada a movimentos sociais e será muito importante neste aspecto, pois foi idealizador da única Associação da cidade que viabilizou moradias populares, no caso, o Jd. Nova Palmares. Lorival tem uma história de amor por Valinhos.

Folha de Valinhos:  Como o senhor pretende conquistar o voto dos eleitores? 
CLAYTON MACHADO:  Diante da crise econômica do país, que afetou as Prefeituras, nosso governo trabalhou muito, mas não gastou verba com publicidade. Temos inaugurado obras e melhorado os serviços desde 2013. Chegou o momento de mostrarmos a eficiência do nosso governo de forma geral para a população, em todas as áreas e nos mais diversos bairros. Também vamos dialogar em quais áreas precisamos avançar. Sem fórmulas milagrosas, uma conversa franca.

Folha de Valinhos:  O  país  passa por um momento em que a presidente afastada está sofrendo um processo de impeachment, crise econômica e a Lava Jato desmanchando um grande esquema de corrupção. Neste contexto, ser político, hoje, ficou mais difícil. O que o diferencia deste estigma que tomou conta da política e do político brasileiros?
CLAYTON MACHADO:  A honestidade de um político precisa ser exigência mínima para a pessoa poder se candidatar. Infelizmente, nem sempre isso acontece. Graças a Deus, não tenho nada que desabone minhas condutas ou índole. Sou de família tradicional da cidade, jamais conseguiria obter vantagem prejudicando alguém. Nesse momento de incredulidade, é importante que o cidadão não se afaste da política. Pelo contrário, esteja cada vez mais atento às ações ao seu redor, para poder cobrar e fiscalizar o Poder Público.

Folha de Valinhos:  Com a mudança da lei eleitoral – redução do tempo de campanha e da propaganda – os candidatos saem prejudicados ou beneficiados?
CLAYTON MACHADO:  A lei foi feita para ser cumprida. Acredito que os 45 dias serão suficientes para que a população conheça tudo o que foi feito e as propostas para avançarmos.

Folha de Valinhos:  Outra mudança é a proibição do financiamento privado para campanhas. De onde virá o dinheiro da campanha e como pretende arrecadá-lo?
CLAYTON MACHADO:  A verba virá das pessoas físicas que acreditarem em nosso projeto. Vamos dispor de valores suficientes para que a população conheça nosso Plano de Governo.

Folha de Valinhos:  Na sua opinião, qual é o maior problema que o futuro prefeito terá de enfrentar?
CLAYTON MACHADO:  Conciliar qualidade de vida, desenvolvimento econômico e cuidar da agricultura são grandes desafios. Além de mantermos índices de segurança conquistados pelo nosso governo, que hoje são menores que em 2001.

Folha de Valinhos:  Valinhos é detentora dos principais índices que avaliam a qualidade de vida, dentre eles o 12º IDH do país e mortalidade infantil com números de países de primeiro mundo. Como pretende manter Valinhos dentro deste cenário?
CLAYTON MACHADO: Valinhos nunca esteve tão bem colocada nos principais indicadores do país, que medem a efetividade em gestão pública, qualidade no ensino, renda e emprego, qualidade de vida e criminalidade. Esses índices são públicos, são referendados pelos melhores e mais conhecidos institutos do país e mostram que estamos no caminho certo.

Folha de Valinhos:  Apresente duas propostas para a área da Educação.
CLAYTON MACHADO:  Já diminuímos muito o tempo de espera por creche, nosso objetivo é zerar; dotar todas as escolas com câmeras de monitoramento; investir em programas de assiduidade dos educadores; integrar a Educação com os projetos de Esportes e Cultura e etc.

Folha de Valinhos:  Em maio, Valinhos completou 120 anos. Apesar de estar inserida em uma região rica, sofre para conseguir aumentar a sua arrecadação. Como o senhor estuda resolver este problema aumentando a arrecadação e o número de empregos?
CLAYTON MACHADO: Valinhos viveu décadas de estagnação, perdemos mais de 200 empresas em anos anteriores ao nosso governo; a arrecadação da Prefeitura ficou muito inferior a de cidades vizinhas. Estamos revertendo esta situação. Prova disso é que Valinhos é o município que mais tem projetos aprovados na Investe SP, graças à nova política de incentivo fiscal implantada. Hoje, na contramão da política nacional, estamos crescendo. São mais de R$ 1,2 bilhão em investimentos e mais de 1 mil empregos diretos gerados. Valinhos vive um novo tempo, de crescimento econômico, e a prioridade, como tem sido, é avançarmos na conquista de mais empresas. 

RAIO-X

Nascimento: Valinhos
Nome: Clayton Roberto Machado
Idade: 52 anos
Principais trabalhos: Comerciante, vereador por 5 mandatos, presidente da Câmara, um dos fundadores do Parlamento da Região Metropolitana de Campinas. 
Início da carreira política: vereador no primeiro mandato, em 1993

Principais trabalhos: Começou a trabalhar muito cedo, estudou no Sesi 299, na Escola Prof. Américo Belluomini, Escola Prof. Cyro de Barros Rezende e é técnico em Elétrica pelo Senai; hoje coleciona o título de ter colocado Valinhos como a 2ª cidade da Região de Campinas em eficiência administrativa, segundo o Índice Firjan – Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro.

 

 

Da Redação