Prefeitura retira monumentos de bronze após sequência de furtos

Prefeitura retira monumentos de bronze após sequência de furtos

Prefeitura de Valinhos

A Prefeitura de Valinhos iniciou nesta terça-feira (30) uma operação para retirada de bustos e placas de bronze colocadas em marcos de identificação de praças e logradouros públicos da cidade. O objetivo da ação é evitar que as placas e estáruas sejam furtadas.

Nos últimos 60 dias, pelo menos cinco monumentos foram furtados na cidade. Todos eles são feitos de bronze, um metal que possui valor comercial que atrai os criminosos.

Os casos ocorrem sempre à noite. As investigações policiais indicam que a ação pode ser realizada por uma quadrilha especializada, que tem agido também em cidades da região e que ataca monumentos de bronze.

Os monumentos que desapareceram nos últimos dias são:

-Monumento dos Imigrantes (Centro)

-Busto do Monsenhor Bruno Nardini (Largo São Sebastião)

-Placa de Inauguração da reforma do Túnel que liga o centro à Vila Santana (Centro)

-Placa de inauguração da ponte sobre o Ribeirão Pinheiros na Avenida dos Imigrantes (Centro)

-Placa de Inauguração da Praça Washington Luiz (Centro)

-Placa de inauguração da Rodovia Flavio de Carvalho (bairro Capuava).

O primeiro monumento retirado foi o busto do ex-presidente Getúlio Vargas, que dá nome à praça entre a Rua Campos Salles e a Avenida Don Nery – em frente à portaria da Unilever. Para a retirada do busto foram quase 20 minutos de trabalho de dois homens, usando picão e marreta. “A medida foi tomada, após o furto da placa inaugural da praça Washington Luiz, na sequência de uma série que começou com o furto do Monumento aos Imigrantes, na Avenida Gessy Lever – na Praça José Ferraro. Foi então que o prefeito determinou a retirada, para evitar mais danos a nossa história”, explicou o coronel Carlos Roberto Prestes.

Na sequência, a equipe retirou a placa de identificação da Praça Fortunato José Borin, na Rua José Milani, próximo ao restaurante WO.

No lugar do busto e placas, para que os mesmos não fiquem sem identificação e não se perca a referência histórica, serão colocadas placas de aço escovado com as devidas identificações e datas.

A operação de remoção envolve a Secretaria de Obras e Serviços e a Secretaria de Segurança e Cidadania, por determinação do prefeito Orestes Previtale.

A Secretaria de Segurança e Cidadania, através da Guarda Civil Municipal, pede ajuda da população para identificar os autores desse tipo de crime, que segundo o Secretário Prestes ocorrem na madrugada. Todo movimento suspeito próximo à patrimônios ou monumentos públicos devem ser de imediato denunciado Guarda Civil Municipal através dos telefones – 153 e Polícia Militar – 190.