Justiça determina bloqueio de bens do ex-prefeito Marcos

Justiça determina bloqueio de bens do ex-prefeito Marcos

Da Redação

: Em sentença proferida na última quarta-feira, a juíza Bianca Vasconcelos Coatti, da Terceira Vara de Valinhos, determinou o bloqueio de bens do ex-prefeito Marcos José da Silva
: Em sentença proferida na última quarta-feira, a juíza Bianca Vasconcelos Coatti, da Terceira Vara de Valinhos, determinou o bloqueio de bens do ex-prefeito Marcos José da Silva

Da Redação

Em sentença proferida na última quarta-feira, 10, a juíza Bianca Vasconcelos Coatti, da Terceira Vara de Valinhos, determinou o bloqueio de bens do ex-prefeito Marcos José da Silva (MDB) e do ex-secretário de Licitações Jorge De Lucca no valor de R$ 2.003.846,00.

A decisão da juíza foi dada em Ação Civil Pública movida pelo Ministério Público em função da contratação do escritório de advocacia Castellucci Figueiredo e Advogados Associados durante a gestão do ex-prefeito Marcos para a prestação de serviços técnicos especializados, com o objetivo de análise, levantamento de dados e documentação para apuração e recuperação de pagamentos efetuados indevidamente, a título de contribuição previdenciária “RAT - Rateio de Acidente de Trabalho”, junto à Receita Federal, entre outros.

O Tribunal de Contas já havia apontado irregularidades nos referidos contratos. O escritório Castellucci Figueiredo e Advogados Associados também é investigado em outras cidades do estado.

Na decisão a juíza afirma “a indisponibilidade dos bens dos responsáveis pelos atos de improbidade configura medida de urgência e acauteladora do interesse público...”.

Sobre este caso, também está em andamento na Prefeitura sindicância para apurar o envolvimento de todos os agentes públicos no caso.

A reportagem tentou contato com pessoas próximas ao ex-prefeito e com Jorge de Lucca, por telefone, para ouvir o outro lado na última sexta-feira, 12, mas não obteve êxito. Caso haja alguma novidade, ela será publicada neste espaço.