Defesa Civil declara Estado de Atenção no município

Defesa Civil declara Estado de Atenção no município

Mapa da Defesa Civil aponta a área de Risco Meteorológico: área mais vermelha onde está localizada a região Metropolitana de Campinas - RMC
Mapa da Defesa Civil aponta a área de Risco Meteorológico: área mais vermelha onde está localizada a região Metropolitana de Campinas - RMC

Com as chuvas da noite de sexta-feira, dia 4, volume de chuvas atingiu 184,9 milímetros de em 72 horas

Em 24 horas, entre 7h de sexta e 7h de sábado, choveu 88,9 milímetros, um volume acima do normal. O Estado de Atenção é decretado quando há 80 milímetros de chuva no acumulado de três dias. Nos últimos três dias em Valinhos, foram registrados 184,9 milímetros de chuva. Na região outras 20 cidades também estão em Estado de Atenção.
No final da tarde de sexta-feira, dia 5, a Defesa Civil de São Paulo divulgou um Aviso de Risco Meteorológico, que foi elaborado na noite do ultimo dia 3 de janeiro, às 22 horas, com validade até o próximo domingo, dia 6. O Aviso foi elaborado em função da aproximação de uma frete fria que avança sobre São Paulo e causa instabilidade no tempo. “Serão chuvas com intensidade moderada, acompanhada de rajadas de vento e possíveis descargas elétricas”, apontava o texto. E continuava: “No sábado (5), o tempo continua instável, nublado e com intensidade de chuvas fortes, o que deixarão os acumulados elevados”. As chuvas, de acordo com o aviso, devem diminuir no domingo, dia 6.
O problema mais sério registrado foi no bairro Pinheirinho (área de risco), onde as famílias tiveram suas casas invadidas pelo transbordamento do Ribeirão Pinheiros.
De acordo com a Defesa Civil os locais mais atingidos pelas chuvas desde a quinta-feira, dia 3, são:

- Avenida Invernada, no cruzamento com a Rua Campos Salles;
- Avenida dos Estados, na Vila Santana;
- Rua Dr. Antônio Bento Ferraz, em frente ao Colégio Etapa;
- Rua Professor Ataliba Nogueira, em frente ao Fórum;
- Rua Antonio Carlos, no Centro.
- Rua 21 de Dezembro, Centro
- Vale Verde
 
Nesta sexta-feira, agentes da Defesa Civil monitoraram as áreas de riscos localizadas nos bairros Bosque dos Eucaliptos, Parque Portugal e Pinheirinho estão sendo monitoradas pelos Agentes da Defesa Civil. “Na região do Pinheirinho, onde tivemos apoio do pessoal das Secretarias de Assistência Social, Obras e Serviços Públicos e Segurança Pública, o rio subiu e acabou entrando nas casas”, explicou Eduardo Mathias, Diretor da Defesa Civil.

No bairro Lenheiro, a terra do empreendimento imobiliário Sodalita foi levada pela força da água, invadiu casas e se espalhou por algumas ruas. A empresa responsável foi notificada pela Secretaria de Planejamento e Meio Ambiente e tem o prazo de 15 dias para providenciar a conteção no terreno da obra. A partir de segunda-feira, a Prefeitura vai monitorar o cumprimento da determinação. A empresa informou que providenciou a limpeza das casas e da rua nesta sexta-feira.