Valinhos, Vinhedo e Itatiba planejam consórcio para a Saúde

Valinhos, Vinhedo e Itatiba planejam consórcio para a Saúde

Da Redação 

Governos criaram grupo de trabalho para diagnóstico da rede; modelo de atendimento permite que os pacientes utilizem os serviços locais e também das cidades vizinhas
Governos criaram grupo de trabalho para diagnóstico da rede; modelo de atendimento permite que os pacientes utilizem os serviços locais e também das cidades vizinhas

Da Redação
Os prefeitos de Valinhos, Orestes Previtale (PMDB) e de Vinhedo, Jaime Cruz (PSDB), montaram um grupo de trabalho para avaliar a possibilidade de instituir um consórcio intermunicipal de atendimento à Saúde, em parceria com o Hospital Galileo, as Santas Casas de Vinhedo e Valinhos e unidades básicas de atendimento. Itatiba também deverá participar da parceria.

O encontro aconteceu na última quinta-feira, 13, na Prefeitura de Valinhos. A ideia é que os hospitais e a rede primária desses municípios ampliem sua capacidade de atendimento, com mais estrutura e com a consolidação da proposta de hospital-escola na Santa Casa de Vinhedo e também na Santa Casa de Valinhos.

O modelo de consórcio já é conhecido no Brasil. Em meio à crise que afeta o País, os prefeitos decidiram adotar medidas de caráter metropolitano e montar um grupo que fará o diagnóstico das redes de saúde municipais para consolidar a integração. O trabalho de avaliação começa imediatamente. Com o consórcio, os pacientes poderão utilizar os serviços locais e das cidades vizinhas.

Para a elaboração desse projeto, as prefeituras contam com o apoio do Instituto Sócrates Guanaes, o Instituto Matus e a Faculdade São Leopoldo Mandic, além dos representantes de todos os hospitais.

Segundo Orestes, o momento é de crise em todo o país e as cidades precisam buscar alternativa para melhorar o atendimento. “Nós, de Valinhos, e a equipe do prefeito Jaime Cruz, de Vinhedo, iniciamos esse diagnóstico das redes de Saúde das duas cidades porque estamos dedicados a buscar um atendimento de qualidade para toda a população. Precisamos inovar. Tenho certeza que colheremos bons frutos e num tempo relativamente curto”, disse. Previtale é médico e fez carreira no SUS (Sistema Único de Saúde).

O prefeito de Itatiba, Douglas Augusto (PPS), que não pôde participar da reunião, também vê a proposta com otimismo. “Precisamos buscar mecanismos para otimizar a estrutura de saúde, as equipes e diminuir a espera dos pacientes para diversos procedimentos. Precisamos pensar em medidas conjuntas", declarou.

Os representantes dos hospitais e dos institutos falaram sobre a necessidade de ampliar o atendimento e melhorar o serviço. Para o grupo, o modelo de consórcio é interessante para reduzir custos com planejamento, investir com transparência e diminuir as burocracias que travam compras de insumos e a ampliação da equipe de atendimento.

Consórcio
Os consórcios intermunicipais de saúde foram criados para que de forma autônoma, os municípios, geralmente vizinhos, se associem e passem a fazer a gestão conjunta do serviço de saúde. O modelo permite planejar as ações de caráter regional e ampliar os recursos para o atendimento.Para que um consórcio seja instituído, é preciso seguir uma lei federal que estabelece mecanismos de coordenação dos serviços. Atualmente, moradores de Vinhedo e de Valinhos são atendidos na rede de saúde das duas cidades, mas não existe o compartilhamento das informações e recursos, o que sobrecarrega a sistema.