Atleta valinhense se prepara para disputar o IronMan Internacional

Atleta valinhense se prepara para disputar o IronMan Internacional

Luiz Felipe Leite
Repórter

Leandro Zani, de 31 anos de idade, sonha em chegar no ‘rol’ dos melhores do mundo na categoria
Leandro Zani, de 31 anos de idade, sonha em chegar no ‘rol’ dos melhores do mundo na categoria

Luiz Felipe Leite
Repórter

O lema olímpico ‘citius, altius, fortius’, que em latim significa ‘mais rápido, mais alto e mais forte’, pode ser perfeitamente aplicado para os praticantes do Campeonato Mundial de IronMan, que será realizado no próximo dia 14 de outubro, no Havaí, nos Estados Unidos. E este ano teremos um valinhense estreando na competição: trata-se do professor de Educação Física Leandro Zani, que pratica trathlon desde os 15 anos de idade. O triathlon é um esporte que surgiu em 1974 na cidade de San Diego, nos Estados Unidos, onde os atletas realizam três modalidades diferentes, sempre numa mesma sequência: natação, ciclismo e corrida. No IronMan, são 3,8 mil metros de natação, 180 quilômetros de ciclismo e mais 42 quilômetros de corrida. Apesar de aparentemente ser algo extenuante, algo confirmado por Leandro, o esporte é extremamente motivador. Para esta edição da Fanzine, o entrevistado será Leandro Zani, que na próxima sexta-feira, 6, embarca rumo ao 1° IronMan internacional da carreira.

Folha de Valinhos: Leandro, como você se interessou pelo triathlon?
Leandro Zani: Sempre assisti às competições internacionais pela televisão. É algo que sempre me chamou muito a atenção. No entanto, nunca me senti preparado para enfrentar uma prova como o IronMan, que é extremamente extenuante. Em 2011, com 25 anos, me preparei e disputei meu primeiro IronMan nacional, em Florianópolis, em Santa Catarina. Naquela ocasião completei a prova em 10 horas e 30 minutos. Mas sentia que poderia fazer mais e melhor.

E depois? Continuou competindo ou parou por algum tempo?
Nos anos seguintes disputei alguns torneios diferentes de triathlon, mas sempre com o objetivo de reduzir o tempo do IronMan de Florianópolis . Em novembro do ano passado, em Fortaleza, Ceará, voltei para o IronMan nacional e consegui reduzir meu tempo, em relação à prova de 2011, em 24 minutos. Foi uma disputa muito difícil, mas graças a ela consegui me classificar para o IronMan internacional.

E a prova internacional será no Havaí. Quantos competidores você terá pela frente como adversários?
Até onde vi serão 50 brasileiros, considerando um total de dois mil atletas. Sem dúvidas será uma competição muito acirrada. Mas acho que estou em um nível adequado para disputar essa competição, que é mais tradicional em todo o planeta.

Qual sua expectativa para o IronMan Internacional? Acha que consegue ganhar?
Minha expectativa é ficar entre os dez melhores da minha categoria, que é de 30 a 34 anos de idade. Serão no total 200 atletas competindo nessa categoria. Estou batalhando para conseguir o resultado e, depois, nas próximas competições, continuar reduzindo meu tempo gradativamente.

E como está sua preparação? Como você treina?
Eu nado três vezes por semana, das 6h às 8h, as segundas, quartas e sextas. Já as corridas e o ciclismo eu faço as terças, quintas e domingos. O Magno Barbosa é meu treinador e ele exige bastante de mim. E sei que isso, no final, me fará bem. O clima do Havaí é bem quente, parecido com o de Fortaleza. Isso dificulta um pouco o desempenho geral na competição. O importante é eu manter o equilíbrio e dosar minhas energias ao longo da disputa.

Como você se avalia neste momento?
Aos 25 anos, quando competi pela primeira vez, sofri bastante pois não soube dosar forças, principalmente na maratona. Isso me prejudicou um pouco no IronMan de 2011, em Florianópolis. Mas acho que desta vez será diferente. Estou muito focado.

Você se sente realizado, ao disputar um campeonato mundial?
Sim. Era meu sonho disputar o famoso IronMan do Havaí, torneio que eu acompanho desde adolescente pela televisão. E também será minha primeira vez fora do Brasil. Inclusive irei para lá uns dias antes, para poder me ambientar ao clima de lá, que é diferente do de Valinhos.

O que você pode dizer aos nossos leitores sobre o assunto?
O IronMan é uma competição para ser disputada à longo prazo. O ideal é que a preparação do atleta para ela seja longa. Não esperem disputá-la com apenas um ano de treino. Se dediquem, ‘ralem’ bastante, que uma hora a oportunidade irá aparecer. Quero inclusive agradecer aos meus patrocinadores pela oportunidade: Bar do Castelo, Carborundum, Bike Ventura, o Vitor Augusto e também à Academia Mottora.

Raio X
Nome: Leandro Zani
Profissão: Professor de Educação Física
Idade: 31 anos
Cidade: Valinhos-SP

Frase: Não esperem disputá-la com apenas um ano de treino. Se dediquem, ‘ralem’ bastante, que uma hora a oportunidade irá aparecer.